|Sua Excelência, de corpo presente», de Pepetela

|«Os Padrinhos da Nazarena» de Celestina Fernandes

|«A Mensagem do Cristal de Rocha» de Eugénia Neto

|«Histórias com Adivinhas» de Cremilda de Lima

|«A Primeira Aventura do João Escorpião» de Teresa Vieira

|«Música do Coração» de Cynthia Perez

|Evolução Histórico-Jurídica do Direito da Educação em Angola de Graça Pitra Costa

|Casa dos Estudantes do Império de Helder Martins

|«Práticas Contabilísticas» de Fernando Gonçalves e Neves Manuel (3.ª edição - 2018)

|Fiscalidade 2017 - novos conteúdos revistos e actualizados

|«A carteira Luísa Dylon e outros contos» de Roderick Nehone

|«Se o Passado não Tivesse Asas» de Pepetela

|«Luanda fica longe e outras estórias austrais» de José Luís Mendonça

|«Crescer a Ler» - Uma nova colecção infantil que vai estimular o gosto pela leitura nos mais novos.

|«Vidas de Areia» de Divaldo Martins

|«Papéis da Prisão - Apontamentos, Diário, Correspondência (1962-1971)» de Luandino Vieira

|«A sombra de Imana» de Verónique Tadjo

|«Crónicas maldispostas» de Pepetela

|«República do Vírus» de António Quino

|«Filho Querido» de Roderick Nehone

|«Entre sonhos e Delírios» de Noelma Viegas D' Abreu

|«Estórias para bem ouvir» de Fragata de Morais

|«Uma Escuridão Bonita» de Ondjaki

|«Estórias Além do Tempo» - 42 estórias contadas por escritores angolanos

|«Memórias» de Dino Matrosse

|«Memórias de um Dark Horse» de Onofre dos Santos

|Colecção Aventura «Os Candengues»

|«As Aventuras de Ngunga» de Pepetela

|Colecção «Legislação»

|«Teoria Geral do Esquecimento» de José Eduardo Agualusa»

|«Uma Viagem à Índia» de Gonçalo M. Tavares

|“Dentro de mim faz sul seguido de acto sanguíneo” , Ondjaki

|“O leão e o coelho saltitão” , Ondjaki

| “História da África Negra”

|“Contos para Contar”

|“A Múcua que Baloiçava ao Vento”

|“A Aventura do Vento e Outros Contos”

|“Histórias, Historietas”

|«A Educação Sentimental dos Pássaros» de José Eduardo Agualusa

|«Milagrário pessoal» De José Eduardo Agualusa

|«Os transparentes» de Ondjaki

|«Os vivos, o morto e o peixe frito» de Ondjaki

Ao longo de doze capítulos, subdivididos em vários temas, partindo de questões que vão desde assuntos provocadores como «Fraudes humanas» (pág. 91), passando por temas sempre actuais, muito presentes na agenda de ontem e de hoje, como «Discriminação ou preconceito» , ... ou «Juntos e misturados» (pág. 159), ou brindando-nos com um tema cheio de leveza como «As cores do Amor »(pág. 75), como se num jogo de, quase, cartas marcadas, a autora não nos quisesse cansar esgotando num tema só todas as suas preocupações, ela, autora, opta por nos servir, em jeito de ementa, um conjunto variado de assuntos todos eles instigantes o suficiente para com eles caminharmos (…).

E tão instigantes como actuais, os temas presentes neste livro são transversais à condição do Ser Humano no mundo global e local, sempre com a preocupação de colocar o Homem e a Vida no centro das várias preocupações apontadas pela autora.

(in prefácio, José Octávio Serra Van-Dúnem)

Sobre a Autora

Nasceu e cresceu em Luanda onde viveu até aos 17 anos, tendo saído para Lisboa para estudar. Regressou a Luanda em 1997 e voltou a residir fora de Angola entre 2000 e 2004. Trabalhou em Luanda, Lisboa e Berlim.

Licenciada em Psicologia, com especialização em Psicologia Clínica e Master in Management and Leardership, tem formação em psicoterapia dinâmica, psicanálise, terapia da linguagem, recursos humanos e liderança.

É membro da Sociedade Portuguesa de Psicologia Clínica e do Centro Português de Psicanálise.

Tem colaborado com revistas da especialidade, revistas académicas como a LUCERE, da Universidade católica de Angola; revistas da sociedade como a Estratégia; suplementos de jornais como a XIS: Ideias para mudar, do jornal «Público» e para o «Novo Jornal».