Prémio LeYa 2016

A procura de novos talentos da língua portuguesa e a sua promoção internacional são prioridades da LeYa.

É nossa convicção que o grande crescimento e enriquecimento das literaturas de língua portuguesa nos últimos anos justificam inteiramente, e até exigem, a existência de um prémio desta natureza; a notável adesão de concorrentes de todo o mundo lusófono é sinal do interesse que o Prémio gerou junto do público leitor e de toda a comunidade dos escritores de língua portuguesa.

O regulamento do Prémio LeYa 2016 encontra-se já disponível em www.leya.com/pt/gca/?id=1890

O prazo para a entrega de originais termina a 31 de Maio de 2016.

Pepetela distinguido na Galiza

O escritor angolano Pepetela, publicado em Angola ,em Moçambique, em Portugal e no Brasil pela Leya, foi distinguido com o Prémio Rosalia de Castro do Centro PEN, na Galiza, em Espanha.

Coincidindo com o aniversário da escritora e poeta Rosalía de Castro, considerada a fundadora da literatura galega moderna, o Centro PEN Galiza anunciou os prémios que levam o nome da escritora, instituídos em 1996 e de carácter bianual e que têm por objetivo distinguir a trajetória relevante de quatro autores de língua portuguesa, castelhana, ibérica e basca.

Deste modo, os galardoados deste ano são o escritor angolano Artur Carlos Maurício Pestana dos Santos, mais conhecido por Pepetela; a argentina Claudia Piñeiro, o maiorquino Antoni Serra e o basco Kirmen Uribe. Todos eles foram nomeados por unanimidade pelo júri composto por figuras maiores da cultura galega.

Os quatro escritores receberão o Prémio Rosalía no final do mês de maio, na Universidade de Santiago de Compostela, coorganizadora dos prémios, juntamente com a Conselharia de Cultura da Galiza.